quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Um treinador de coerência?

Uma das coisas que a torcida reclavama do ex-treinador era a insistência nas mudanças de esquema. Quando parecia que o time tinha achado uma forma de jogar, Roberto Fernandes mudava a equipe e o figueirense não vencia.

Agora é a hora de ver se Marcio Araujo faz o tipo "teimoso" ou facilitador. O figueirense vem de uma boa vitória contra o Atlético, com uma atuação convicente jogando no 4-4-2; Se o treinador for coerente, mantem o esquema para a partida contra o Paraná.

O figueirense terá o desfalque do atacante Rafael Coelho. Em compensação, terá o retorno do suspenso lateral direito Lucas.

O que fazer agora? Mantém Roger na lateral e deixa Lucas no banco para um segundo tempo? Coloca Lucas na lateral e prende os volantes, com Vinicius Pacheco no ataque junto com Schenck? Ou então mantem Roger e coloca Lucas para formar um meio de campo com 5 jogadores, e apenas 1 atacante?

Acredito que o treinador deva escolher por colocar Lucas na ala, e Vinicius no ataque. O Paraná está desesperado e com certeza tomará a iniciativa. Deve vir para cima do figueirense.

Cabe ao figueirnse retomar a bola e sair com velocidade. Com lucas e Vinicius, o figueirense ganha muita velocidade e capacidade de contra-atacar. Jogando com Roger, o figueirense fica mais defensivo no lado direito da defesa, por onde joga o melhor jogador paranista: David.

Cabe ao treinador Marcio Araujo escolher o melhor time, sem fugir muito do time que teve uma atuação primorosa a 1 semana atrás...
Digg Google Bookmarks reddit Mixx StumbleUpon Technorati Yahoo! Buzz DesignFloat Delicious BlinkList Furl

2 comentários: on "Um treinador de coerência?"

x da questão disse...

O que me preocupa é o arbitro, o Sr Alicio Pena Jr, não lembro de ter vencido um jogo com este arbitro.

Máquina do Estreito disse...

Pelo menos é um arbitro de renome. Ultimamente estavamos pegando uns desconhecidos do interior do Acre que tava complicando hehe

abraço

Postar um comentário